A filosofia conservadora, pt.2: qual é o sentido da SUA vida?

17
175

Como salvar um país que está sendo destruído pela mentalidade esquerdista de submissão ao governo? Como lembrar as pessoas que elas tem o poder de mudar as suas vidas? O que isso tem a ver com retomar o caminho da prosperidade de uma nação? De acordo com Bill Whittle, para os Americanos, a resposta está na filosofia de Viktor Frankl. Talvez, também esteja para nós, Brasileiros.

Acompanhe um trecho desta brilhante palestra, realizada no David Horowitz’s Restoration Weekend de 2014 e reencontre o sentido da SUA vida.

Tradução: César Pacheco
Revisão: Hugo Silver

Visite: http://www.tradutoresdedireita.org

Youtube Tradutores de Direita

17 COMENTÁRIOS

  1. Ultimamente tenho pensado sobre muitas coisas que o Whittle apresentou nesse discurso.

    Estou há algumas semanas trabalhando num ensaio sobre como o fenômeno da glamourização da pobreza e da ignorância (iniciado na primeira vez que um candidato semi alfabetizado conseguiu se eleger presidente) tem contribuído para imputar essa mentalidade nas pessoas aqui no Brasil.

    A espinha dorsal do meu texto é o que eu chamo de culto à favela, materializado na profusão interminável de referências a ela na cultura pop nos últimos anos (novelas onde o enredo se passa em favelas, "cantores" de funk fazendo muito sucesso, jogadores de futebol que fazem propaganda dela involuntariamente, etc.).

    O esforço de angelizar a imagem de locais onde as pessoas estão continuamente submetidas à lei da selva e onde o estado está de joelhos, só pode servir para mascarar o retumbante fracasso de um governo que sempre pautou sua retórica populista no objetivo de tirar as pessoas da pobreza.

    Quando ficou claro que aumentar o tamanho do estado e instituir um sistema nacional de distribuição de esmolas só serviria para perpetuar a condição de mendicância dos mais necessitados, a "elite intelectual" do Brasil resolveu apelar para essa estratégia de exaltação da favela, de modo a manter as pessoas acomodadas e felizes com sua situação, tal qual os ípsilon são ensinados a amar sua servidão em "Brave New Wolrd", de Aldous Huxley.

    O mais impressionante é a engenhosidade da tática deles: conseguiram converter o evidente despreparo intelectual de Lula e Dilma de uma mancha indelével na imagem do país em uma ferramenta para aproximá-los da maioria bovina. O culto da favela é o pano de fundo ideal pra isso.

    O discurso de Whittle me deu os insights que eu estava procurando para terminar.

  2. na boa, que discurso foda… mais do que isso, que discurso emocionante, inspirador… pelo menos pra mim

    antigamente não sabia absolutamente nd sobre política, ZERO mesmo, e isso mudou em 2013 com as chamadas "jornadas de junho" aqui no brasil, que infelizmente foi cooptada pela esquerda… fui a todas as manifestações que pude desde as do começo até as minguadas de outubro/novembro…

    e cara, vou dizer uma coisa pra vcs…. pra uma pessoa leiga, é mt fácil virar massa de manobra, sofrer lavagem cerebral e adotar esses pensamentos e visão de mundo socialistas doentios!

    posso afirmar, menos de 1 ano é necessário pra um indivíduo que é movido pelas ideias da esquerda arrebentar a própria vida, antes das jornadas eu tava ok, tinha meus problemas como qq um, mas dps delas e da convivência com a "companheirada" posso garantir que sua vida afunda na lama a cada dia que passa.

    eu dou graças ao ser superior que habita lá em cima que me apresentou as ideias conservadoras.

    a direita põe as crenças e atitudes certas pra um indivíduo normal crescer na vida, ter sucesso e prosperar… ela faz o homem e a mulher virarem seres decentes, críticos e inteligentes. eu fico mt satisfeito de saber na minha alma que to no caminho certo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here