“Armas de guerra” versus rifles semi-automáticos

35
203

Ao contrário da crença popular, o que a imprensa e os políticos esquerdistas chamam de rifles “de assalto” não são metralhadoras. Metralhadoras são armas plenamente automáticas (disparam vários projéteis com um aperto de gatilho até que o carregador se esvazie) , cuja venda é extremamente regulamentada e restrita nos EUA (de acordo com o National Firearms Act of 1934 e o Firearms Owners Act of 1986). O que normalmente é chamado de “rifle de assalto” — a que qualquer cidadão cumpridor das leis tem acesso — é um rifle que, apesar de sua aparência intimidadora (estilo militar), possui uma tecnologia de disparo semi-automática (dispara um projétil por aperto de gatilho), que é a mesma tecnologia usada na grande maioria das armas disponíveis no mercado americano, incluindo pistolas e espingardas. Portanto, os termos “rifle de assalto” ou “arma de guerra”, quando empregados para se referir a estes rifles, demonstram ignorância ou má intenção a respeito do assunto. O termo correto é “rifle semi-automático”.

Não há hoje parâmetros técnicos que definam, com precisão, o que é um “rifle de assalto”. Apesar do fator cosmético (sua aparência militar), o que comumente se chama de “rifle de assalto” é tecnicamente idêntico a muitos rifles de caça disponíveis no mercado, tanto em termos de munição quanto em termos de velocidade de disparo. Infelizmente, porém, Barack Obama, Hillary Clinton e a imprensa militante não estão interessados em especificações técnicas e outros fatores, mas somente em aproveitar-se de cada tragédia ocorrida em solo americano para vender uma narrativa ideologicamente construída que visa nada menos que desarmar o cidadão comum. Proibir rifles semi-automáticos é proibir uma tecnologia que, há mais de 100 anos, está disponível aos cidadãos americanos e presente nos mais diversos tipos de armas de fogo — desde a popular Glock até a tão demonizada Bushmaster AR-15.

Os Pais Fundadores dos EUA garantiram, constitucionalmente, o direito de cada cidadão americano de possuir uma arma. Eles haviam lutado contra a tirania e, justamente por isso, queriam que o cidadão comum tivesse condições de se defender daquilo que Alexander Hamilton chamou de “poderes arbitrários”. A 2ª Emenda da Constituição americana nunca foi tão preciosa, em tempos em que mais atentados terroristas são cometidos por “lobos solitários” que juram fidelidade ao Estado Islâmico. A proibição a um determinado tipo de armas (ou às armas em geral) tem-se demonstrado ineficiente na prevenção deste tipo de crime nos diversos países onde tem sido cometido: o banimento a rifles semi-automáticos na Califórnia e na França não impediram que atentados terroristas fossem praticados com este tipo de arma. Apesar disso, ideólogos e idiotas úteis de esquerda querem tirar do cidadão americano comum sua garantia constitucional de defesa.

O preço da liberdade é a eterna vigilância. Visto que a polícia, comprovadamente, não é onipresente nem onipotente, a melhor defesa para o cidadão é armar-se com o que há de melhor no mercado. Quando o Estado se empenha em desarmar seus cidadãos, ainda que sob a desculpa de conter a violência , ele está abrindo as portas ao autoritarismo e à tirania. Não por acaso, esta mesma política desarmamentista foi usada no Brasil, na Alemanha nazista e em Cuba.

Tradução: Patrícia Maragoni & Renan Poço
Revisão: Hugo Silver

Visite: http://TradutoresdeDireita.org

Vídeo traduzido no YouTube: https://youtu.be/PmP17NtYJGE
Vídeo original: https://goo.gl/55yuWx

Youtube Tradutores de Direita

35 COMENTÁRIOS

  1. No Brasil o governo age d forma traiçoeira com o povo. Eles fizeram um referendo pr aprovar a lei do desarmamento. Mas como a maioria da população foi contra, eles, num sinal d total falta d respeito ao processo democrático e a vontade do povo, fizeram posteriormente leis dificultam e muito a aquisição d uma arma. Ou seja, eles sabotaram o resultado do referendo. Alem d restringir os calibres das armas q se pode adquirir, eles criaram regras q quase impossibilitam a aquisição e licenciamento d um simples revolver.

  2. Então, por isso é que nos E.U todos os dias existem mortes e tiroteios e nunca em outro país houve TANTOS atentados em escolas em que individuos aparecem armados a dispararem em crianças. A politica de armas nos Estados Unidos é ridicula e esse senhor só a defende porque lucra com isso. Ao desarmar a população dificulta o acesso a armas a bairros violentos, dificulta ao crime e ao terrorismo Sim.

  3. Armas de guerra sao bombas atomicas, bombas de hidrogenio, armas biologicas, tanques blindados com um canhao, caças com calibre .50 até 100mm, isso que sao armas de guerra, um fuzil semi-automatico nada mais é do que uma obrigaçao moral de quem nao quer ser escravo do estado

  4. Os norte americanos devem mesmo rezar todos os dias para agradecer a benção q é a segunda emenda . Um povo q deu seu sangue na luta contra os ingleses , sabe a diferença q faz q uma população q consegue se defender .

  5. Um dos piores ataques terroristas não foi com arma de fogo. O caso que estou sitando é do ataque com caminhão em um festival na rua lá na França. Como o rapaz do video explicou os proprios desarmamentistas estão rodeados de segurança com fuzis AR-15, pois temem o terrorismo. Eu sei que nem todo mundo nasceu para segurar uma arma, mas isso não deveria tirar o direito de quem tem capacidade e interesse em ter uma.

  6. Só pra lembrar que se for considerar todos os soldados do mundo em situação de combate, os únicos retardados que usam um rifle em modo automático são os despreparados. Não é simples de se distribuir e manter seguro vários arsenais com milhões de balas, portanto os soldados são treinados para usar as armas em modo SEMI na maior parte do tempo. É só no cinema que as balas são ilimitadas. Numa situação civil de combate o modo semi é mais efetivo porque o usuário tem que contar consigo próprio para municiamento. Portanto, provavelmente só bandidos vão querer usar armas em modo automático, porque não tem eles nenhuma responsabilidade sobre o estrago que fazem, razão pela qual merecem levar bala.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here