Por que os americanos estão trabalhando menos?

22
77

As leis frequentemente são feitas com base em algum recorte específico da realidade, ou seja, a partir de um ponto de vista e um viés que não corresponde à realidade completa. Às vezes intencionalmente, às vezes não, essa discrepância entre a realidade para um grupo e a realidade como ela é causa enormes dificuldades para o povo.

O exemplo das horas de trabalho é curioso. Pelo mesmo motivo que o McDonald’s não se opõe a sucessivos aumentos de salário mínimo — pois assim pode expulsar concorrentes pequenos do mercado — leis que aumentam os custos das empresas em geral são mais prejudiciais às menores empresas. Ao cabo, trabalhadores mais pobres pagam com desemprego os custos de quem trabalha para os grandes.

Tradução: Odilon Neto
Revisão: Andrey Costa

Ajude-nos a continuar: https://apoia.se/tradutoresdedireita

Twitter: http://twitter.com/tradutores_br
Instagram: https://www.instagram.com/tradutoresdedireita
Site: https://estibordo.org/tradutoresdedireita

Vídeo original: https://www.youtube.com/watch?v=TGnfKM70iYc
“We are spreading conservative principles in Brazil!
We do not monetize, thank you for your kindness and partnership in changing our country for the better.”

Youtube Tradutores de Direita

22 COMENTÁRIOS

  1. Americanos sofrem demais. A gente ri da Rochelle que dava xarope pra tudo pros filhos, mas é uma bela sátira que mostra que eles fazem de tudo para não ir ao hospital, os atendimentos e possíveis tratamentos são caríssimos pra QQ coisa que vc esteja sentindo .

  2. Pessoal, hoje foi colocado pelo presidente do senado a possibilidade de uma nova constituinte, não conhecemos as ideias dele, mas não deixa de ser a oportunidade do Brasil criar uma nova constituição do zero, que impeça super salários no funcionalismo publico, que limite a ação do Estado na economia e na vida das pessoas, com um código penal rígido, que permita a compra, venda, posse e porte de armas dos mais diversos calibres, que impeça o o Estado brasileiro de aderir a acordos internacionais como o Protocolo de Kyoto e o Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares.
    Uma constituição enxuta nesse viés seria a base de um pais prospero, desenvolvido e soberano, alem de ser melhor do que ficar anos brigando por meias reformas, pode ser um chance unica na vida e devemos lutar por isso.

  3. É como a história do brasileiro que quer saúde pública de "graça", mas não sabe que desejando isso o único que consegue é ficar sem saúde, com menos dinheiro no bolso e deixando os políticos mais ricos. (1) Fica sem saúde porque agora todo mundo vai usar o SUS para qualquer coisa (é de graça, não é mesmo), ou seja, as pessoas não mais valorizarão ou cuidarão bem da saúde porque, afinal de contas, posso usar de graça. Todo mundo tem esse comportamento e o que vemos é superlotação, gente morrendo em filas e precariedade no atendimento. (2) Com menos dinheiro porque você termina pagando impostos altíssimos para não ter o serviço e ou atendimento pelo qual paga (saúde). E (3) os políticos ficam mais ricos porque você deu a eles um duto cheio de dinheiro, que é a saúde. Isso dá ainda mais poder à corrupção, pois entre mais dinheiro público houver rolando pelas mãos deles (e a saúde pública justifica altas cargas de impostos, pelo fato da saúde ser "importante" para o povo sofrido blá blá, diria o político) mais e mais os bolsos da corrupção ficam gordos.

  4. As leis são falhas! o Estado é falho! E a Democracia é o Deus que falhou!
    Governo Obama é top 3 piores governos da história dos Estados Unidos só perde para os governos Roosevelt e para governo do Woodrow Wilson.

  5. Outro aspecto não abordado: pais de família trabalham MUITO mais. Geram PIB. E isso está em pleno declínio no ocidente, apesar das campanhas conservadoras para estimular os homens a encarar o casamento, num ambiente jurídicamente hostil. O Estado não vai equilibrar as leis nem deixar de se meter nas relações entre casais. Preferem até inundar o país de refugiados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here